Quarentena: 9 dicas para economizar nas tarefas e nos reparos de casa

Com o tempo extra em casa, pequenos reparos podem ser feitos sem a ajuda de profissionais especializados

Daniela Comitre Casa

Em tempos de crise sempre, é bom economizar. Em meio à pandemia do novo coronavírus, que mantém grande parte das pessoas trabalhando de casa, uma das formas de reduzir os custos de manutenção é colocar a mão na massa, realizando tarefas e serviços que em geral são executadas por profissionais especializados.

Com cuidado e atenção, aliados a ferramentas e produtos adequados, é possível poupar um bom dinheiro. Mas, antes de arregaçar as mangas e sair fazendo estripulias pela casa, tome cuidado para evitar acidentes – de uma martelada no mindinho a um corte no pé, imprevistos podem acontecer, ainda mais quando não se lida de forma precavida com ferramentas ou produtos de limpeza.

Com isso em mente, programe um tempo para a execução das tarefas. Desta forma, você poderá realizar o que precisa ser feito da melhor forma possível – e sem acidentes. E o melhor: com uma trilha sonora agradável ou a companhia de alguém especial, o trabalho pode até se tornar algo divertido.

Agora, mãos à obra!

1) Limpeza pesada

Ficar em casa nos fazer prestar mais atenção em todos detalhes e uma ótima forma de ocupar a cabeça é fazer uma super limpeza. Alugue equipamentos para dar uma geral no ambiente. A Casa do Construtor oferece e enceradeiras

2) Limpeza de tapetes

Caso haja alguma mancha, utilize o Limpa carpete, produto desenvolvido especialmente para este tipo de superfície. Em seguida, a lavadora de alta pressão ou a extratora poderá ser utilizada no tapete. .

3) Limpeza de colchões e estofados

Em média, passamos um terço de nossos dias dormindo. Por isso, ter um colchão em boas condições significa qualidade de vida. Com o tempo, os colchões podem se tornar o habitat perfeito para a proliferação de bactérias e ácaros prejudiciais à saúde. Assim, recomenda-se que a limpeza do colchão de seis em seis meses. Para realizar uma limpeza a seco, pode-se aplicar produtos especiais como o álcool perfumado e, em seguida, utilizar a extratora.

4) Instalação de chuveiro

Antes de mais nada, desligue a energia ou o disjuntor do banheiro e feche o registro de água. Em geral, a substituição de um chuveiro é simples, uma vez que os canos e as conexões elétricas são padronizados . Assim, os passos essenciais são estes: desconecte os fios; desenrosque o chuveiro da parede; passe fita veda-rosca na ponta do cano do novo chuveiro, instale-o (enroscando-o no cano da parede) no lugar do antigo; ligue os fios; cubra as emendas com fita isolante. Feitas as conexões, antes de religar a energia, abra o registro de água para que o chuveiro não esteja vazio quando ligado à luz – se for ligado sem água, ele provavelmente irá queimar.

5) Remoção de mofo e limo

A limpeza de locais atingidos por mofo e limo só será completa se a infiltração ou a umidade do ambiente forem resolvidas. Caso contrário, o problema não irá demorar para voltar. Para realizar a limpeza, espere o mofo secar. Depois, aplique o Tira-limo Zoom.  Para o enxágue e a completa remoção das sujeiras, também pode-se utilizar uma lavadora de alta pressão.

6) Desentupimento de pias

Muitas vezes, o entupimento tem causas mais simples do que se costuma imaginar. Em boa parte dos casos, o agente causador está poucos centímetros abaixo da pia. Para desentupir, comece desrosqueando o copo do sifão, localizado abaixo da pia. Se houver algum objeto ou acúmulo de resíduos obstruindo a saída da água, basta retirá-lo, limpar o encanamento e recolocá-lo de volta no local. Em casos mais graves, a origem do entupimento pode estar na caixa de gordura. Nessas situações, recomenda-se a aplicação de produtos específicos, como Limpa caixa de gordura Ecoville.

7) Fixação de quadros, prateleiras e outros objetos na parede

Antes de ligar o equipamento, fique atento para a voltagem das tomadas disponíveis e certifique-se também de que no local a ser perfurado não passa algum encanamento – furar um cano d’água acidentalmente costuma trazer grandes transtornos e prejuízos financeiros. Recomenda-se conectar a furadeira na energia apenas no momento em que estiver sendo usada. Para paredes e superfícies muito duras, há equipamentos mais potentes, como os marteletes perfuradores.

Já ao remover quadros, objetos e prateleiras da parede, utilize massa corrida para cobrir os furos deixados pelos pregos e parafusos. A massa pode ser aplicada com uma espátula comum. Depois de deixar secar por três horas, passe uma lixa fina para uniformizar a superfície.

8) Trabalhos de jardinagem

De nada adianta ter um grande jardim se a grama está sempre alta, as árvores vivem cobrindo a passagem das pessoas e cerca viva tira o espaço de lazer das crianças. Manter o pátio e o jardim bem cuidados é essencial para o melhor aproveitamento do espaço que a casa oferece e a família precisa.

9) Pintar paredes e móveis

A pintura por si só, é uma ótima alternativa para dar uma “cara nova” a qualquer ambiente, além de ser uma excelente oportunidade para garantir a manutenção das paredes, portas e portões protegendo de problemas como mofo e ferrugem se instalem e explorar infinitas possibilidades de estilos cores e texturas. Uma das causas mais comuns para o comprometimento da pintura rápida é a não utilização de equipamentos e máquinas que aceleram esse processo. Ou seja, realizar o serviço manualmente apenas com rolos, pincéis e esponjas pode não ser recomendado, o uso de máquinas de aplicação de tinta pode fazer com que o trabalho renda mais e seja realizado com maior eficiência e qualidade. Utilize máquinas para pintura como o compressor de arlixadeiras elétricas para agilizar o trabalho.

Fonte: Casa do Construtor

Veja mais dicas de DIY aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu