Como organizar as finanças em casa durante a quarentena?

Finanças: Em meio ao cenário difícil que todos enfrentamos durante a pandemia do COVID-19, muitos têm perdido parte considerável de sua renda mensal. E como equacionar as finanças domésticas para ultrapassar esse período de crise?
Luciana Port, com atuação de mais de 15 anos na área financeira de empresas industriais e de serviços, atualmente CFO da Gi Group Brasil, filial da multinacional italiana de recursos humanos, tem algumas dicas e está à disposição para falar sobre as finanças das famílias nesse momento de crise.
Ela ressalta que, se houve algum tipo de perda devido ao declínio da atividade econômica, é muito importante ajustar os gastos pra este novo patamar de receita.

Daniela Comitre Finanças

Acompanhe algumas dicas:

– Listar os gastos da casa – “O primeiro passo é listar todos os gastos da casa. Pode ser em uma planilha de Excel ou em papel mesmo”.

– Considerar o aumento de despesas – “É preciso observar com atenção os gastos que antes ocorriam dentro do ambiente profissional, como consumo de água e luz, por exemplo, cujas contas agora passam a fazer parte do consumo familiar e, portanto, virão em valor maior no próximo mês. Aliás, alguns consumos de água e luz, por exemplo, estão sofrendo desconto ou congelamento. Observe estas questões que podem trazer melhorias no fluxo de caixa”.

– Reduza as idas ao supermercado – “Além de evitar a exposição ao vírus, evita a lei da compensação. Por estar em processo de quarentena, por vezes, o supermercado passa a ser uma válvula de escape pra consumo. Evite a tentação! Vá com uma lista pronta. Procure comprar legumes, verduras e frutas da estação, que costumam ter preços melhores, e procure por promoções. Não compre nada que não seja necessário e que não será efetivamente consumido dentro da casa”.

– Dívidas – “Este não é o momento de buscar endividamento, mas se for necessário, analise as linhas de crédito que o Governo tem disponibilizado ou as condições especiais que os bancos têm proposto de refinanciamento de dívidas e alguns congelamentos de parcelas”.

– Investimentos – “Este não é o melhor momento para investir. Evite comprometer grande parte da renda em investimentos volumosos”.

– Evite o uso de cartões de crédito – “Use racionalmente observando a melhor data e evitando atrasos no pagamento. Não o utilize para se endividar, já que os juros são altos e a conta vem”.

– Separe recursos e tempo para diversão – “Em períodos como este, de crise, um dos pontos importantes para manter a saúde é conseguir se divertir. Procure incluir o lazer no seu planejamento econômico”.

Fonte: Divulgação Gi Group

Foto: Google

Relacionados:

Economizar no orçamento familiar; saiba como

Coronavírus: 5 dicas para pequenos empresários enfrentarem a crise

Como gerir uma empresa em tempos de crise?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu